Sambódromo Marques de Sapucaí

sexta-feira, 7. março 2014

Uma das coisas pelo qual o Brasil é lembrado no mundo inteiro é o Carnaval, a maior festa popular do planeta.

Alegria, batucada e cores se misturam por todo o País, em cada canto de uma forma diferente, mas todas com a meta de colorir e se divertir.

Dentre todas as cidades, o Rio de Janeiro tornou-se nosso maior representante.

Os desfiles de carnaval na Marques de Sapucaí são certamente uma das atracões que mais envolve pessoas e atrai turismo a cidade.

A SCAC tem orgulho de ter sido responsável pelas fundações deste ícone da cultura nacional.
barra-divisao-imagens

SCAC Sapucai blog

Concreto Centrifugado

sexta-feira, 6. dezembro 2013

barra-divisao-imagens

Muitas vezes ao apresentarmos nossa solução nos deparamos com uma pergunta: “mas como é que a estaca é vazada?”

Bom, fizemos este pequeno clip para mostrar o momento em que “o furo se cria”.

A energia de rotação do processo de centrifugação faz com que o concreto lançado dentro da forma seja projetado para as paredes, de forma uniforme.

Sendo assim, não só o concreto se molda em forma de “tubo”, mas o próprio processo expulsa o ar e as partes mais finas do concreto fazendo com que o produto tenha uma compacidade muito elevada, o que nos permite dizer que temos um concreto praticamente impermeável.

Esta compacidade permite ao concreto se transforme em uma couraça segura para a armação dentro dele, o que significa maior resistência a ambientes agressivos, muito comuns em diversos solos e em aplicações marítimas.

Para maiores informações com relação ao concreto centrifugado indicamos ler um artigo que publicamos no IBRACON 2010.

Clique aqui para ler: Propriedades do elemento de concreto centrifugado

barra-divisao-imagens


barra-divisao-imagens

Vídeo institucional

quarta-feira, 23. outubro 2013

A importância da emenda

sexta-feira, 10. maio 2013

emenda
barra-divisao-imagens

Hoje estávamos em uma reunião interna discutindo questões de uma nossa obra e falamos amplamente sobre tudo aquilo que esta foto mostra.

Quando falamos em fundações profundas assumimos que o elemento que será instalado no solo deverá atingir a camada de solo resistente para o trabalho que deverá fazer, na verdade isso é fundação, seja ela profunda ou rasa.

A questão é que quando você tem que atingir grandes profundidades, mais que 25 m, começamos a ter uma serie de fatores que começam a ser relevantes.

Para garantir uma fundação profunda de qualidade você deve se assegurar, e assim assegurar seu cliente, e assim a sociedade, de algumas coisas:

- chegou-se na camada onde o solo oferece a resistência necessária para a carga de projeto?
- o elemento está intacto e portanto resistirá as solicitações que serão aplicadas nele?

Para que as respostas sejam positivas, a estaca, e por estaca considere todos os elementos necessários para atingir a profundidade que a carga demanda, deve estar integra, todos os módulos dela devem estar intactos e, por meio da emenda, trabalhar como uma peça monolítica.

Parece simples, mas nao é.

Em fundações profundas, a qualidade do produto é fundamental.

Aqui surge a importância deste elemento chamado emenda.

É ela que assegura que todos os elementos de concreto trabalhem como uma peca monolítica distribuindo assim os esforços ao longo de todo o fuste.

Se a emenda não estiver perfeita, e neste termo emenda incluímos a solda feita na hora da cravação, as cargas não serão distribuídas de forma continua e assim a peça sofrerá um desgaste prematuro, podendo ocasionar inclusive a quebra da mesma.

Para resistir as batidas do martelo, e serão centenas, as vezes milhares, para atingir a carga necessária, o concreto deve ser o melhor possível e a emenda deve assegurar a continuidade do elemento.

Começa aqui a importância do concreto centrifugado, que por suas características próprias do processo de fabricação, confere ao concreto resistências muito superiores ao concreto vibrado.

Importante frisar também que, ao cravarmos uma estaca, ela, além dos esforços mencionados acima, sofrerá torção ao longo do fuste e deslocamento da ponta em relação ao topo.

Isso só aumenta a necessidade de um produto de alta qualidade e desempenho.

Para maiores detalhes técnicos, visite nossa pagina onde disponibilizamos todos os nossos materiais, cases e estudos, inclusive publicados em seminários amplamente reconhecidos.

Para ser redirecionado para esta pagina clique aqui.

barra-divisao-imagens

Começamos 2012 na capa!

terça-feira, 10. janeiro 2012

Começamos o ano no topo! Esta foto da capa da revista Fundações e Obras Geotécnicas foi tirada em 2008 em nossa obra na ThyssenKrupp CSA em Itaguaí-RJ.

Nesta edição da revista tem também publicado, para nosso orgulho, um dos cases técnicos que estão disponíveis na área de artigos técnicos de nosso site.

Se tiver acesso a revista leia, se preferir acesse aqui em nosso site.

Boa leitura!
capa

Parque eólico de Tramandaí-RS

quinta-feira, 18. novembro 2010

“A energia eólica tem sido aproveitada desde a antiguidade para mover os barcos impulsionados por velas ou para fazer funcionar a engrenagem de moinhos, ao mover as suas pás. Nos moinhos de vento a energia eólica era transformada em energia mecânica, utilizada na moagem de grãos ou para bombear água. Os moinhos foram usados para fabricação de farinhas e ainda para drenagem de canais, sobretudo nos Países Baixos.” [ Wikipédia ]

A SCAC tem orgulho de ter sido selecionada entre tantos no mercado brasileiro para atuar neste mercado tão importante para o desenvolvimento sustentável de nosso planeta.

Aqui algumas fotos da obra em seu estado atual!
barra-divisao-imagens
wb-003
barra-divisao-imagens
wb-001
barra-divisao-imagens
wb-004
barra-divisao-imagens
wb-005
barra-divisao-imagens
wb-002

Carregando o navio!

quarta-feira, 16. junho 2010

Mais uma vez estivemos no Porto do Rio de Janeiro para acompanhar o carregamento de estacas no navio para nossa obra na Argentina.
Desta vez como podem ver levamos lentes mais profissionais e nos divertimos em fazer imagens mais futuristas para poder compartilhar com todos.
Realizamos também imagens para nosso novo vídeo institucional que não poderia deixar de contemplar este modal.
Assim que este novo vídeo estiver pronto certamente o publicaremos por aqui!
carga-navio001

barra-divisao-imagenscarga-navio002barra-divisao-imagenscarga-navio003

Paraná de las Palmas

sábado, 12. junho 2010

Carta de nosso Gerente da obra na Argentina

quarta-feira, 12. maio 2010

A SCAC chegou nesta obra da Argentina, localizada na cidade de Tigre província de Buenos Aires, com seus profissionais em Fevereiro/09.

Após inúmeros testes de Prova de Carga Dinâmica, Prova de Carga Estática, Permeabilidade, Durabilidade entre outros, o produto SCAC foi mais uma vez aprovado, mesmo sob os rigorosos critérios de avaliação Argentinos, que prevêem atividades sísmicas, diferente da Norma Brasileira.

Esta obra é uma ETA, Estação de Tratamento de Água, em um terreno de 160.000 m², com aproximadamente 142.000m. de estacas de Ø 50cm.

O comprimento médio das estacas é de 28,00 metros, atendendo a uma carga de trabalho de 175 toneladas.

Nesta obra estão sendo utilizados 12 equipamentos, todos sob esteira, sendo 02 queda livre e a 10 explosão.

Enquanto as estacas que chegam ao Porto de Campana são enviadas ao nosso estoque avançado no site, a logística da obra, equipada com 07 guindastes e 8 carretas, trabalha 24 horas por dia para abastecer todos os equipamentos.

Na busca constante de melhor atender aos cronogramas e aumentar sua competitividade, a SCAC inovou mais uma vez, desta vez pelo modal utilizado.

Depois de já ter transportado estacas via trem para Itaguaí/RJ, agora estamos transportando via navio.

Do total de estacas enviadas a obra, cerca de 60% estão saindo do Porto do Caju/RJ.

Sempre buscando o melhor custo beneficio, na obra adotamos o corte da estaca, que nos permite reutilizar o pedaço cortado como primeiro elemento da nova estaca e assim diminuir a perda a índices baixíssimos, ainda mais se comparados a qualquer solução não pré-moldada.

Outra grande vantagem desta reutilização por meio do corte das estacas é ambiental, pois com a minimização da perda, o descarte praticamente não existe!

Para nós da SCAC, romper fronteiras e chegarmos em novas terras é incentivo para ir alem!

Trabalhamos constantemente para levar as melhores soluções de engenharia e estruturas com a qualidade, seriedade e o comprometimento que marcaram a história da SCAC.

Fábio Paes Rosa

foto-blog-fabio

Planta Potabilizadora “Paraná de las Palmas”

terça-feira, 6. abril 2010

montagem

 

 

Como já comentamos aqui no blog, a SCAC está executando uma obra na Argentina.

Acima deste texto aparece uma foto panorâmica artisticamente montada por um de nossos engenheiros no Excel!

Mais uma demonstração que para um engenheiro de verdade… nada é impossível!

Abaixo vemos algumas imagens da obra, em especial queremos enfatizar a ultima parte da imagem onde vemos um colaborador efetuando o corte da estaca.

Executar uma fundação segura é chegar onde a interação estaca/solo responde com a resistência indicada pelo projeto.

Parar antes significa executar o serviço sem qualidade e por conseqüência, sem segurança.

Significa ou a ruína do que será construído em cima, ou, na melhor das hipóteses, uma construção cheia de trincas!

Ir alem, é desperdício!

É desta conversa que nasce nossa crença no produto cravado para as fundações.

Especialmente em um Pais como o Brasil, cujo solo é tão errático.

O ato de cravar equivale, na comunicação, ao ato de perguntar, neste caso ao solo.

É dar ao solo a possibilidade de responder, de conversar e assim de informar o que esta acontecendo onde nossos olhos não têm como chegar.

Para que possamos executar o serviço de fundação temos que continuar até o solo dizer chega.

Para isso, em todas as nossas obras, pedaços de estacas saindo do solo serão vistos sim!

A grande inovação é que com o corte da estaca podemos reaproveitar o material sobressalente minimizando o desperdício.

Para o cliente tudo isso significa uma só coisa: redução de custo!

imagem-grande