O solo e suas camadas

quinta-feira, 2. janeiro 2014

perfil-solo-blog-scac-inicio
barra-divisao-imagens

A SCAC é pioneira na utilização do concreto centrifugado para pré-moldados de fundações e energia no Brasil.

A razão que sempre nos levou a defender esta solução é a menor porosidade e, por consequência, maior durabilidade do concreto do produto acabado.

Esta característica nos garante que a estrutura terá uma capacidade de suportar não só os esforços, mas o mais temível dos tópicos, o tempo.

Engenharia é feita para durar.

O solo brasileiro é heterogêneo. Existem regiões do País onde pode-se construir um prédio simplesmente carpindo a grama do terreno. O solo resiste.

Existem porem, por todo o território nacional, na costa quase que totalmente, solos incapazes de suportar as cargas sem a devida fundação.

Veja as fotos abaixo, são de solos aleatórios, de encostas que todos podemos parar e olhar e reparar.

montagem-solos-blog-scac
barra-divisao-imagens

Estamos falando dos primeiros metros do solo e reparem nas camadas visíveis de solos diferentes.

Imagine isso em uma área de 20.000, 30.000, 100.000 metros quadrados.

Por fundação entendemos o ato de “fincar” bases solidas em um solo que aguente o que terá que ser feito em cima.
Isso pode estar na superfície, bem como a 2, 15, 30 ou 60 metros, às vezes mais.

Os estudantes neste momento diriam, precisa fazer sondagem, e nós concordamos!

Fato é que uma boa quantidade de sondagens resulta em uma ideia próxima do que será, mas próximo não é suficiente quando se constrói.

O próximo em fundações significa, no mínimo, recalque.

Recalque significa, no mínimo, trica.

Trinca é problema.

Se o problema for maior, trinca pode ser desabamento da estrutura.

As camadas são diferentes em textura, em interferências e em compacidade.

Muitas vezes abaixo de camadas compactas existem camadas porosas e moles e com isso a atenção na execução deve ser redobrada.

A fundação com elementos pré-moldados é a forma mais segura de garantir uma fundação segura e sem perdas.

Além do sistema de cravação permitir um controle “online” da real situação do solo, evita desperdício de material que ao ser injetado no solo não fica no molde que deveria e acaba por permear pelas camadas resultando não só em uma estrutura falha como em desperdício de material.

O solo é imprevisível, cabe a nós engenheiros aumentar a previsibilidade.

Em fundações resolvemos este dilema com estruturas pré-moldadas e instaladas no solo por meio de cravação.

Concreto Centrifugado

sexta-feira, 6. dezembro 2013

barra-divisao-imagens

Muitas vezes ao apresentarmos nossa solução nos deparamos com uma pergunta: “mas como é que a estaca é vazada?”

Bom, fizemos este pequeno clip para mostrar o momento em que “o furo se cria”.

A energia de rotação do processo de centrifugação faz com que o concreto lançado dentro da forma seja projetado para as paredes, de forma uniforme.

Sendo assim, não só o concreto se molda em forma de “tubo”, mas o próprio processo expulsa o ar e as partes mais finas do concreto fazendo com que o produto tenha uma compacidade muito elevada, o que nos permite dizer que temos um concreto praticamente impermeável.

Esta compacidade permite ao concreto se transforme em uma couraça segura para a armação dentro dele, o que significa maior resistência a ambientes agressivos, muito comuns em diversos solos e em aplicações marítimas.

Para maiores informações com relação ao concreto centrifugado indicamos ler um artigo que publicamos no IBRACON 2010.

Clique aqui para ler: Propriedades do elemento de concreto centrifugado

barra-divisao-imagens


barra-divisao-imagens

Um dia de obra…

sexta-feira, 21. setembro 2012

dia-na-obra-web

Qualidade e garantia

quarta-feira, 21. março 2012

Estamos nos preparando para divulgar uma inovação que estamos introduzindo em nosso dia a dia de obra.

Somos obreiros, não vendedores de concreto.

Somos o interessante encontro entre a indústria e a execução de obras.

O campo nos da a possibilidade de nos testar e testar nossas teorias, monitorar nossas soluções e assegurar nossos discursos.

Vender qualidade significa pensar em todos os aspectos do que fazemos.

No produto, na execução e em nossos colaboradores bem como nos pontos de interferência com as outras equipes de uma obra.

Nosso orgulho não é mandar um produto, mas entregar uma solução, ser a referencia que o cliente precisa para ter a tranquilidade de estar investindo seu capital de forma segura e com custo certo.

Queremos o sucesso do conjunto, não somente o nosso.

Desde sua chegada ao mercado, em 1960, a SCAC foi responsável pela introdução de mudanças importantes na execução de obras de fundações pré-moldadas.

PDA, nega e repique, emenda soldada são hoje padrões de mercado, um dia introduzidos pela SCAC.

Queremos sempre ter a certeza de estarmos no estado da arte, em tecnologia e interpretação de dados.

Muitas vezes imagina-se que o importante é ter um equipamento.

Uma Ferrari sem um bom piloto é morte na certa ou, na melhor das hipóteses, colisão.

Um equipamento de obra sem conhecimento é custo!

O importante não é só ter acesso a tecnologia mas saber usar os resultados obtidos com ela para que os benefícios possam vir a tona.

Nenhuma tecnologia com puro aumento de custo é sustentável!

Estamos preparando os materiais para a divulgação que faremos em breve, nossa meta é que ocorra entre Abril e Maio.

Aos clientes, tenham certeza que buscamos sempre a melhor solução de engenharia.

Aos colaboradores, tenham certeza que fazemos de tudo para que nosso dia a dia seja mais seguro e eficiente.

Começamos 2012 na capa!

terça-feira, 10. janeiro 2012

Começamos o ano no topo! Esta foto da capa da revista Fundações e Obras Geotécnicas foi tirada em 2008 em nossa obra na ThyssenKrupp CSA em Itaguaí-RJ.

Nesta edição da revista tem também publicado, para nosso orgulho, um dos cases técnicos que estão disponíveis na área de artigos técnicos de nosso site.

Se tiver acesso a revista leia, se preferir acesse aqui em nosso site.

Boa leitura!
capa

Brasil!

quinta-feira, 15. dezembro 2011

foto-maquina-BLOG
barra-divisao-imagens
Muitos devem estar se perguntando o que tem de novo em um bate estacas.

Simples, estamos celebrando a engenharia brasileira.

Fruto da parceria entre SCAC e CMV Brasil, este é o primeiro equipamento nacional desenvolvido desde a concepção, única e exclusivamente para cravação de estacas.

Não é uma adaptação.

Até hoje, equipamentos desse tipo tinham que ser importados de outros países, com sérios problemas de manutenção, pois os prazos para solução das eventuais falhas são muito maiores do que a empresa e o cliente podem desejar.

Desde 1920 a SCAC é pioneira em seu mercado.

Em nosso DNA está a necessidade de buscar sempre e constantemente uma nova forma de fazer o que fazemos ou que pode ser feito.

Em nossa missão não usamos a palavra inovação por estar na moda!

Esta inovação começa com nossa chegada ao Brasil, em 1960, quando introduzimos a tecnologia da centrifugação do concreto no mercado de construção civil e energia elétrica, pois a engenharia nos dizia que para o solo e características climáticas brasileiras, este processo seria o mais indicado em grande parte do território nacional.

Até hoje ninguém provou o contrario.

Posteriormente, não confiantes do sistema de emenda das pecas da época, a SCAC desenvolveu a emenda soldada, que passou a garantir que todos os módulos de uma estaca trabalhariam como uma peca monolítica, assegurando assim a integridade da peca ao final da cravação e por consequência a qualidade e segurança da obra.

Feito isso, precisávamos que o cliente entendesse e visse a qualidade que estávamos vendendo e por meio de estudos e colaborações trouxemos o PDA, que na época era utilizado off-shore, para o on-shore, e começamos a desenvolver um sistema de controle de qualidade de fundações.

Em todos os casos nossas inovações foram imediatamente e amplamente adotadas pelo mercado sendo todas hoje um padrão do mesmo.

Na maioria dos casos, se não na totalidade, nossa sede por inovação traz benefícios não só a própria empresa mas a todos os envolvidos e em especial, ao Brasil.

Não é um segredo a difícil e discutível forma tributaria que o Brasil aplica em suas fronteiras.

Quando se gera emprego, o tributo, necessário e benéfico para a nação, pode tornar-se, caso não seja coerente e não tenha contrapartida, um peso asfixiante que atrasa, dificulta ou impede o crescimento das empresas e da nação.

Consciente disso e confiante na engenharia nacional, a SCAC desenvolveu em parceria com a CMV esta maquina bate estacas com um índice de nacionalização de mais de 70%.

Um sucesso e orgulho para nós! Uma celebração para o Brasil.

A inauguração não podia ser em lugar melhor, não se trata do estádio de um clube de futebol, mas o estádio que sediara a abertura da Copa do Mundo do Brasil de 2014.

Uma inovação brasileira na obra que representara o inicio de nosso maior evento esportivo, com o esporte numero 1 da nação verde amarela!

Estamos felizes por finalmente poder mostrar a chegada dela na obra.

Parabéns SCAC! Parabéns CMV! Parabéns Brasil!
barra-divisao-imagens

SE Chapadão – Cassilândia-MS

terça-feira, 19. julho 2011

Acabamos de entregar mais uma Subestação.

Esta foi para nosso cliente o Grupo Cobra, em uma sua estrutura em Cassilândia no MS.

Foram 73 pecas entre TC, TP, IP, CS e PR… para quem não tem prática com o assunto, são as pecas que estão nas fotos!
barra-divisao-imagens
se-chapadao-003

barra-divisao-imagens
se-chapadao-002

barra-divisao-imagens
se-chapadao-001

SCAC 90 anos de história, 50 de Brasil

sexta-feira, 12. novembro 2010

Já havíamos postado esse vídeo, mas como tivemos que refazê-lo para termos uma versão com maior resolução, aproveitamos e publicamos novamente.

Trata-se de um vídeo que marca os 50 anos da SCAC no Brasil, nada melhor que o hino nacional Brasileiro como trilha, ainda mais se tocado por Yamandu Costa, maior violonista do mundo e certamente o musico que mais exporta as raízes da verdadeira musica brasileira mundo afora!

Temos orgulho do caminho que trilhamos para chegar até aqui, e estamos prontos para construir nosso futuro.

Obrigado por tudo Brasil!
barra-divisao-imagens

Paraná de las Palmas

quinta-feira, 16. setembro 2010

Por terra, 2172 km é a distancia que dividia nossa base desta obra.

Cerca de 150.000 ml de estacas Ø50 especiais saíram de nossas unidades em São Paulo e no Rio de Janeiro rumo a este projeto.

Utilizamos os modais rodoviários e marítimos! Um sucesso logístico!

Foram 8 navios carregados no Porto do Caju, no Rio de janeiro, com destino a Buenos Aires, na Argentina.

Por terra enviamos 817 carretas. Se somarmos os km percorridos por elas para levar as estacas o numero é 1.774.524 km.

A circunferência da terra no equador é de 40.072 km… É como se tivéssemos dado 44,2 voltas completas do planeta! Esta sim é uma forma interessante de ler os números!

Foram 12 equipamentos trabalhando constantemente por 13 meses para executar os 4774 piquetes espalhados ao longo da área onde esta sendo construída esta obra. Ainda estamos terminando algumas áreas, mas a maior parte de nosso time já voltou para casa.

Como qualquer solo onde nossa solução é indispensável, as profundidades atingidas variam bastante. Tivemos estacas variando de 28 a 49 m de profundidade.

Esta diferença é nossa bandeira. Para executar uma obra com segurança temos que ter certeza de chegar a um ponto que realmente resista às cargas que ali serão colocadas, isso claro, garantindo que a própria estaca tenha chego lá intacta e apta a efetuar o trabalho que lhe será solicitado.

Mais um projeto com a marca SCAC. Mais um projeto 100% monitorado e garantido!

barra-divisao-imagens
mapa-mundo2
barra-divisao-imagens
parana-de-las-palmas-map
barra-divisao-imagens
fotos-obra-grua-2-050
barra-divisao-imagens
fotos-obra-010
barra-divisao-imagens
Fotos-obra-009

50 anos de Brasil!

quarta-feira, 21. julho 2010

Visto que os 50 anos se comemoram uma única vez, não nos cansamos de produzir materiais para celebrar esta data!

Aqui mais um vídeo feito para coroar os 50 anos da empresa no Brasil!

Ligue o som ao assistir, vale a pena!